Estudos bíblicos para pregadores e adoradores da palavra de Deus.



A oração de arrependimento | O pecado de Davi - Salmo 51



A imagem mostra uma ilústração do Rei Daví, da bíblia levando a mão a cabeça em forma de arrependimento, com uma feição triste no rosto.


Apesar de Davi ser um homem guerreiro, o que nos traz a imagem de alguém ríspido, rude e vigoroso em essência, ele era alguém totalmente sensível a voz de Deus.


Davi vivia de salmos, louvores, orações e com um desejo de andar com justiça e retidão diante de Deus.


Um dos servos do rei Saul não hesitou em dar testemunho de Davi ao rei Saul:


“Eis que tenho visto a um filho de Jessé, o belemita, que sabe tocar e é valente e vigoroso, e homem de guerra, e prudente em palavras, e de gentil presença; o Senhor é com ele”. 

(1 Samuel 16:18)


Por conta desse testemunho, Davi foi convidado a tocar harpa no palácio do rei Saul a fim de ajudá-lo em seu momento de dor e depressão. 


Posteriormente, o Senhor tirou o trono de Saul e o deu a Davi, homem segundo o seu coração.


Ele, aos 40 anos, foi coroado rei em Jerusalém e, devido as grandes conquistas militares, teve sua fama espalhada por toda a terra. 



O Pecado de Davi


Mas apesar de todo o sucesso, Davi cometeu um grave erro no seu reinado.


Um dia, do terraço do palácio, ao observar e desejar Bate-Seba, mulher do seu general Urias, mandou chamá-la com o propósito de deitar-se com ela.


E, para piorar o sua situação, posteriormente, ao saber que a mesma havia engravidado, mandou chamar o General Urias, seu marido, que já estava na guerra há três meses, para se deitar com Bate-seba e para que pensassem que a criança que estava sendo gerada era do seu próprio marido.


Davi tentou convencê-lo ir para casa, mas Urias ficou na porta do palácio, esperando que Davi o mandasse retornar a guerra.


Essa foi a tentativa de Davi encobrir o seu pecado diante dos homens. Porém o primeiro plano dá errado e Urias não vai encontrar sua mulher, mas escolheu permanecer na porta do palácio.


Davi, então, envia uma carta ao comandante do exército a fim de proporcionar a morte do seu fiel general, fazendo com que o mesmo ficasse na frente da batalha para ser morto.


A Sequência dos Fatos

a – Davi Faz de Bate-Seba uma de suas oito mulheres e providencia a morte do seu marido, cometendo adultério e assassinato;


b – Davi passa nove meses de tranquilidade. Contaminado pelo pecado e com a consciência cauterizada. Insensível, Davi desenvolve uma auto anestesia e aprende a dormir bem em cima da transgressão.


c – O profeta Natã entra em cena:


Então disse Natã a Davi: Tu és este homem. Assim diz o Senhor Deus de Israel: Eu te ungi rei sobre Israel, e eu te livrei das mãos de Saul;

E te dei a casa de teu senhor, e as mulheres de teu senhor em teu seio, e também te dei a casa de Israel e de Judá, e, se isto é pouco, mais te acrescentaria tais e tais coisas.

Por que, pois, desprezaste a palavra do Senhor, fazendo o mal diante de seus olhos? A Urias, o heteu, feriste à espada, e a sua mulher tomaste por tua mulher; e a ele mataste com a espada dos filhos de Amom.

Agora, pois, não se apartará a espada jamais da tua casa, porquanto me desprezaste, e tomaste a mulher de Urias, o heteu, para ser tua mulher.

(2 Samuel 12:7-10)


d – Davi reconhece a gravidade do seu erro: “Então disse Davi a Natã: Pequei contra o Senhor…” (2 Samuel 12:13) 



O Salmo 51


O salmo 51 é justamente o delato histórico de tudo o que se passou dentro de Davi devido ter ofendido o caráter justo e santo de Deus.


E uma das primeiras cenas desse episódio, que Davi expressa no salmo 51, é o reconhecimento de que havia feito algo muito grave.


I – Davi Reconhece a Gravidade do seu Erro (v.3-5)


A geração hodierna dá vários nomes ao pecado a fim de minimizar o seu real significado. Chamam-o de pequeno erro, deslize, escorrego, pisar fora da linha, vacilar etc.


Mas, na verdade, ele é transgressão, rebelião  e ofensa contra um Deus que é santo e justo. É o ato voluntário de rebelar-se e ofender o caráter santo e justo de Deus.


1 – (v. 3) “Conheço as Minhas Transgressões”: Deixou de ser sínico para ser sincero. A maioria das pessoas aprende a nada sentir diante dos seus pecados.


2 – (v. 4) “Contra Ti, Contra Ti Pequei”: O pecado é rebeldia e inimizade contra Deus, que é puro, justo, santo e verdadeiro.


a – Não Confunda: acusação do diabo com convencimento do Espírito Santo.


O diabo diz: “você pecou, não tem mais jeito, nem adianta orar”.


O Espírito Santo diz: você pecou, mas o Senhor é fiel e justo para perdoar ao que verdadeiramente se arrepende e se compadece de nós. Ele é Bondoso, cheio de graça e rico em misericórdia.


A maior dificuldade do ser humano é reconhecer que pecou, que está errado. Sempre atribui o seu erro à alguma coisa ou a alguém.


Adão disse que foi por causa da sua mulher, Eva.


Mas veja o que disse o filho pródigo:



Levantar-me-ei, e irei ter com meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o céu e perante ti;

Já não sou digno de ser chamado teu filho; faze-me como um dos teus jornaleiros.

(Lucas 15:18,19)


3 – Arrependimento é virtude divina


Então disse Davi a Natã: Pequei contra o Senhor. E disse Natã a Davi: Também o Senhor perdoou o teu pecado; não morrerás”. (2 Samuel 12:13)


Veja que não é tão complicado assim quando se deseja verdadeiramente se acertar diante de Deus.


Basta dizer: “eu quero, Senhor” e dar meia volta. Deixar a impiedade e seguir a justiça”.


II – Tristeza Profunda Pelo Pecado Cometido (v. 8)

Há uma grande diferença entre remorso e arrependimento. Observe bem:


Remorso: produz morte, escraviza, somente produz consciência e tristeza.

Arrependimento: produz vida, liberdade, gera mudança, transformação e retorno a Deus.

Infelizmente, as pessoas lamentam ter errado, mas não desejam ardentemente uma mudança verdadeira. Mas esse não foi o caso de Davi. Ele tem um comportamento diante do pecado que ilustra bem alguém que está verdadeiramente arrependido.


(v. 8b) “ossos que tu quebraste”: Os ossos significavam o corpo inteiro, pois estes lhe dão sustentação.


(v. 8a) “Faz-me ouvir júbilo e alegria”: Toda noção de júbilo e alegria haviam desaparecido. Acabou todo o cantar da alma e isso é resultado da culpa.


Em Davi, já não havia mais salmos, mensagens e orações. O pecado havia tirado dele toda espontaneidade de uma vida de devoção e adoração ao Senhor.



III – Passar a Ter Nojo do Pecado (V. 1, 2, 7)


Davi se sentiu sujo, imundo, podre, necessitado de ser lavado por Deus;


(v. 1) “Apaga”: As transgressões ficam escritas na alma, como um escrito de dívida. São como vestes sujas que precisam ser lavadas com água e sabão.


(v. 2a) “Lava-me”: São como vestes sujas que precisam ser lavadas com água e sabão.


(v. 2b) “Purifica-me”: Como um metal precioso que necessita de purificação.


(v. 7a) “Com hissopo”: Ramos de plantas usados para ritual de purificação (era como o leproso purificava-se).



A Bíblia diz:


Vinde então, e argui-me, diz o Senhor: ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã. (Isaías 1:18)


IV – Retorno a Deus (v. 10,12)

“Cria em mim um coração puro”: A coisa mais difícil é recuperar um coração puro, pois é nele que permanecem as malícias e maldades.


“Cria em Mim”: Davi não quer um coração reformado, remendado.


O verbo Criar do texto é o mesmo de Gênesis 1 (criar do nada). Ele queria dizer: “Senhor, tira do nada, arranca do coisa alguma e faz um coração novo para mim”.


A maioria de nós quer perdão em cima de um coração velho, com velhas lembranças e manias. Davi quer um zerar de existência. Começar do zero.


“Sustenta-me com um espírito voluntário”: Ele havia perdido toda voluntariedade para com Deus. Mas agora ele diz: estou aqui Deus, me usa, me enche, me trás de volta a tua presença…



Conclusão


Que possamos reconhecer nossas culpas diante de Deus para alcançar uma consciência tranquila e coração puro. Que nosso espírito seja reto e voltemos ao primeiro amor.


Que o Senhor renove as tuas forças em sua santa presença!





IMPORTANTE!


Antes de sair desta página, me responda se você gostaria de saber…

 Como entender a Bíblia para pregar;

Como extrair lições do texto;

Como começar, desenvolver e terminar o sermão;

Como usar ilustrações;

Como pregar com mais liberdade e desenvoltura;

Como memorizar o sermão e não ficar preso a ele;

Como controlar o nervosismo.


Então, para pessoas especiais como você, que busca realizar aquilo que sente no coração, existe um material incrível, onde é ensinado passo a passo tudo sobre elaboração de sermões impactantes e como pregar com mais liberdade e desenvoltura.

Para acessá-lobasta clicar AQUI ou no botão abaixo e se preparar para conhecer algo que vai transformar para sempre as suas pregações.


Postar um comentário
0 Comentários